15/05/2019 08:41

0

Polícia

Vampiro do Paranoã

Vampiro mata vizinho e bebe o sangue

Suspeito tomava sangue de animais

Um jovem de 24 anos está sendo procurado pela Polícia Civil suspeito de matar o vizinho Heraldo José de Carvalho, 43 anos, ter bebido o sangue dele e ocultado o cadáver da vítima em uma manilha de esgoto, em Brasília, por não ter executado um serviço pago com duas pedras de crack.

O acusado foi chamado de "Vampiro do Itapoã" e está foragido e teve ajuda de amigos. A Polícia Civil do DF caça o grupo após a denúncia de assassinato feita pela mulher de Heraldo, na segunda-feira. "Ela deu nome e endereço. Eles moram em uma invasão no fim do Itapoã e todos se conhecem", explica a delegada Jane Klébia, da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá).

Segunda a policial "o autor contratou a vítima para que ele construísse uma cerca e pagou com duas pedras de crack. Heraldo consumiu a droga mas não fez o serviço". O autor contratou dois comparsas para concretizar o crime.

Jane Klébia explica que "a testemunha foi atacada. Fizeram um corte no braço para tentar garantir o silêncio". Mas de não adiantou a intimidação, a mulher procurou a polícia e relatou que após matar o marido dela, bebeu o sangue que jorrava dos ferimentos.

Investigadores estiveram na casa do suspeito e encontraram vísceras e restos de animais."O que o pessoal da região comenta é que ele bebia o sangue de gatos, cachorros, codornas e outros animais. Recentemente, teria dito à esposa da vítima que queria beber sangue humano. Alguns falam que ele fazia rituais satânicos, mas isso, claro, é especulação", avalia a delegada.

(foto: PCDF/Divulgação)